Especialidades | Ordem Unida | Pessoas | Ideais | Nós e Amarras | Campos | Civismo | Emblemas | Classes | Camporis | Histórico | Liderança | Acampamento | Cerimônias | Hinos | Ministério Jovem

Fogo do Conselho

Editar
HistóricoComentários

Origem

O fogo do conselho tem origem indígena. Uma tradição muito comum a estes povos é a de reunir em noites especiais toda a tribo em volta de uma grande fogueira no qual de um modo muito festivo e alegre as pessoas dançavam e cantavam assim como contavam e encenavam histórias da própria tribo, dos seus deuses, das guerras e bravuras feitas pelos guerreiros daquela tribo. No final algum ancião contava passava algum ensinamento aos mais jovens.
 
Assim estas noites serviam tanto como uma festa como parte da formação dos mais novos reforçando a tradição oral passada de geração para geração.
Para esta noite a vestimenta e a indumentária também era especial, normalmente os homens colocavam seus troféus (dentes de animais, escalpos, etc) em colares ou então presos numa pele de animal usada como capa ou poncho.
 

O Simbolismo do Fogo do Conselho

O Fogo de Conselho é uma cerimônia, durante a qual, diante de um fogo simbólico, todos os membros ouvem, com reverência e atenção, conselhos de líderes experientes, narrativas amenas e alegres de outros chefes e líderes, instruem e divertem, expondo fatos e histórias aproveitáveis com fundos espirituais, lembrando anedotas espirituosas e humorismos sadios, interpretando canções, recitando e declamando poesias e prosas de fundo educativo, executando jogos e iniciativas de real proveito para a vida prática.
 
É uma hora de expansão, de bom-humor, de alegria, de jovialidade, mas dentro da ordem e da disciplina, moralizadoras de nosso sistema.
 
Hora de entendimento coletivo, mas não de futilidades. A frivolidade está sobrando no mundo contemporâneo e se encastela de preferência no coração inexperiente da juventude.
 
Limpo de corpo e alma, puro nos seus pensamentos, palavras e ações, conforme preceitua nos artigos dos ideais, jamais se afastará o bom campista de suas Leis, mesmo nestes momentos de recreio.
 
Eis, por que as nossas alegrias simples e inocentes diferem essencialmente das alegrias fúteis e vazias do mundo moderno.
 
É o Fogo que acendemos em qualquer tempo, nas noites felizes e saudosas dos nossos acampamentos, sob o céu estrelado e azul, depois de um dia cheio de tarefas bem cumpridas sob o olhar de Deus, que está em toda parte, e da nossa Pátria querida, representada em nossa bandeira, hasteada em nosso acampamento.
 
Assim diante do fogo simbólico que arde no ?Fogo de Conselho?, um mundo de emoções nobres, de sentimentos dignos, de desejos invulgares de aperfeiçoamento do caráter, deve emergir de nossas almas.
 

Abertura da Fogueira

Há várias maneiras de iniciar uma fogueira. Vamos pensar em algumas maneiras, pois tais ocasiões requerem algo especial. Ao lado do círculo da fogueira coloca-se um grande cartaz de fogo juntamente pouco antes da hora da fogueira. As letras são feitas de sarrafos finos de madeira macias cobertos com tiras de pano que foram previamente embebidas em cera líquida de parafina. O tamanho das letras pode ser de 60 a 80 cm, colocadas na distância certa e amarradas firmemente em cima e embaixo sobre fios (arame). Deve colocar dois postes altos bem fincados no chão para que o letreiro fique preso nele. O letreiro pode ser coberto com um pano ou plástico escuro, para que ninguém leia o que está escrito antes da hora. Não conte a ninguém sobre a surpresa. Quando já estiver escuro, o pano poderá ser removido. Na hora de acender o letreiro deverá ser tocado em vários lugares pela chama de uma vela ou fósforo bem comprido. Obs: Pessoas adultas que devem ser indicadas para acender o letreiro. No letreiro estará escrito "BOAS VINDAS". As letras chamejantes contra a escuridão da noite será um boa hora de começar a acender a fogueira.
 

Encerramento da Fogueira

Ao contrário da abertura alegre da fogueira, o encerramento deve ser tão tranqüilo quanto possível. Não é necessário que o programa inteiro da fogueira seja de cunho religioso, mas convém guardar os últimos momentos para um comunhão tranquila e meditativa. Cuidemos para não desconsiderar o valor de um pequeno grupo ocasional de acampantes, podemos fazer muito para trazer uns mais perto de outros e todos mais perto de Deus. Antes de terminar o programa regular da fogueira divida os desbravadores em pequenos grupos, para juntos considerar seus ideais, alvos, ambições, esperança e orarem juntos.
O fogo do conselho se constitui em uma agradável cerimônia que seu Clube pode realizar a qualquer momento, veja abaixo como montar um fogo de conselho e viva momentos especiais com seus Desbravadores
 

Objetivos do Fogo do Conselho

Essa atividade tem como objetivo reunir o clube ou unidade para se divertir, cantar, representar peças teatrais, brincar, aprender e encerrar as atividades do dia com uma reflexão religiosa.
 
Através do conjunto de atividades realizadas e do ambiente criado, o fogo de conselho cria situações propícias para desenvolver e incentivar no jovem:  
O espírito de camaradagem, quer com seus companheiros constantes ou com pessoas novas, dentro desta informalidade do fogo do conselho, resulta numa interação social profícua, fortalecendo a amizade e a fraternidade de desbravador. O clima jovial e alegre, movimentado, interessante e informal, proporciona excelente ocasião para o desenvolvimento da alegria. De fato, na prática é impossível manter-se alheio ao clima do fogo do conselho sob o comando de um dirigente entusiasta.
 

Tipos de Fogos do Conselho

O tipo e o tamanho da fogueira depende do fogo de conselho que queremos fazer. Podemos considerar que existem 6 tipos de fogo de conselho:
 

Fogo do conselho de Seção informal

Reúne apenas os membros de uma própria Seção numa atividade íntima, sem uma programação rígida e formal. É um encontro cordial ao redor do fogo;
 

Fogo do conselho de Seção formal

Baseado numa programação preestabelecida , reúne apenas os membros da Seção num clima de cordialidade. Admite-se desenrolar sob um tema específico (bom para aventureiros);
 

Fogo do conselho interseções (de grupos)

Reúne seções e ramos diferentes, estreitando os laços fraternais do grupo;
 

Fogo do conselho da família do grupo

Com presença dos pais, reúne juvenis e adultos, possibilitando aos pais conhecerem um pouco o que seus filhos estão aprendendo no clube de desbravadores e aventureiros. Bom para unir pais à filhos revoltados;
 

Fogo do conselho de grandes atividades

Reúne dois ou mais clubes, fortalecendo a fraternidade entre desbravadores e fazendo novas amizades;
 

Fogo do conselho de relações públicas

Apresenta para a comunidade o que fazem os desbravadores. Feito nos acampamentos para os moradores da região.
 

Fazendo a fogueira e acendendo o fogo

Com antecedência, o dirigente do fogo de conselho deve preparar tudo: lenha, limpar o local para evitar incêndio, fósforo e isca, terreno. Deve permitir que todos se sentem ao redor do fogo à uma distância que haja espaço para representações e brincadeiras de roda. Antes de empilhar a lenha, remova todo o capim seco e corte blocos de grama para depois recolocá-la. Os blocos devem ter no mínimo 12 cm de espessura, senão a grama morrerá. Molhe os blocos. No final do fogo, guarde as cinzas na lata, molhe bem o solo para resfriar e plante os blocos. É parte do programa guardar um pouco das cinzas em uma lata para no próximo fogo de conselho jogar essas cinzas no mesmo. A melhor disposição ao redor do fogo não é o círculo e sim a ferradura para todos verem o dirigente do fogo e todos participantes. O vento deve levar a fumaça para o lado contrário dos participantes e a fogueira estará na abertura da ferradura.
 
É evidente que a fogueira é ponto de destaque para o fogo de conselho, porém, quando não for possível realizar a montagem da fogueira no local ou as condições climáticas não permitirem a realização das atividades externamente, sempre poderemos, com criatividade, usar uma alternativa. Uma lâmpada ou um lampião circundados por pedaços de lenha e papel celofane vermelho ou uma lata com brasas e pouco fogo (fogo pescador), com o mesmo ritual, pode-se transformar num excelente fogo de conselho alternativo. O fogo deve ser aceso de maneira rápida para não provocar impaciência nos presentes, o que quebraria o clima de expectatividade. No fogo de conselho não é hora de praticar habilidades mateiras tipo acender com apenas dois palitos.
 
IMPORTANTE: O fogo de conselho é um fogo puro, portanto, nele não pode jogar lixo, papel de bala, nem aproveitar seu fogo ou as cinzas após a reunião para cozinhar.
 

Sugestão para um fogo do conselho

Minuto do diretor. O fogo está baixo. O diretor fará a avaliação do dia e escala de ronda;  

Fonte

http://mundodesbravador.blogspot.com.br/2008_05_01_archive.html
http://grupoadventury.br.tripod.com/Materiais/Fogueiras/Fogo_do_Conselho.htm
 
 
 

0 Comentários

É necessário estar logado para comentar!
Especialidades | Ordem Unida | Pessoas | Ideais | Nós e Amarras | Campos | Civismo | Emblemas | Classes | Camporis | Histórico | Liderança | Acampamento | Cerimônias | Hinos | Ministério Jovem
Ministério dos Desbravadores e Aventureiros - WIKI
Entre em contato: contato@mda.wiki.br